RÁDIO BPA

TV BPA

Quem é Alexander Dvornikov, general russo que atuou na Síria e que EUA afirmam ser novo comandante da guerra na Ucrânia

Autoridade americana chama o general de brutal e o acusa como responsável por ataques a civis na Síria; A ofensiva russa no país do Oriente Médio garantiu domínio e permanência do presidente Bashar al-Assad. Foto tirada em 17 de março de 2016 do presidente russo Vladimir Putin (Esq.) com o general Alexander Dvornikov em Moscou
Alexei Nikolsky/Sputnik, Kremlin Pool via AP
A Rússia teria nomeado Alexander Dvornikov, general russo que atuou na Síria, como seu novo comandante para a guerra na Ucrânia, segundo uma autoridade americana.
O Kremlin não confirmou nem negou a indicação de Dvornikov para a posição, que ocorreria após uma mudança na estratégia russa para aumentar a pressão no leste ucraniano.
A autoridade americana, que não quis se identificar mas que falou a diversos meios ocidentais, classificou o general como brutal e o acusou como responsável por ataques a civis na Síria.
A ofensiva russa neste país do Oriente Médio garantiu domínio e permanência do presidente Bashar al-Assad que era ameaçado por forças opositoras (leia mais adiante nesta reportagem).
LEIA TAMBÉM:
Ucrânia afirma que mais um general russo foi morto em combate
Rússia diz que concentrará ofensiva no leste da Ucrânia
General da ‘velha guarda’
O general Alexander Dvornikov, de 60 anos, é um dos oficiais militares mais experientes da Rússia e comandou a ação deste país na guerra na Síria.
Militar de carreira , ele começou como comandante de pelotão em 1982, segundo reportagem do jornal britânico “The Guardian”.
De acordo com a publicação, Dvornikov é descrito como um general da “velha guarda” e um “nacionalista de sangue e do solo”.
Ele, que foi treinado nas doutrinas militares soviéticas, teria seguido com a tradição da guerra que usa a destruição de alvos civis como um meio de ganhar força no campo de batalha.
Chechênia e Síria
Dvornikov também lutou durante a segunda guerra na Chechênia e ocupou vários cargos importantes antes de ser colocado no comando das tropas russas na Síria.
Em setembro de 2015, Dvornikov foi mandado pelo presidente Vladimir Putin para a Síria com a missão de estabilizar a posição das forças do regime al-Asad, que estava ameaçado pela oposição.
Em 2016, Putin concedeu a Dvornikov a medalha de Herói da Rússia, uma das maiores honras do país e ele se tornou comandante do Distrito Militar do Sul – que faz fronteira com a Ucrânia – desde então.
Rússia usa na Ucrânia mesma tática de guerra que aplicou na Síria e Chechênia
Alvos civis e abusos na Síria
As forças russas que atuaram sob seu comando na Síria foram responsabilizadas ​​por abusos contra a população civil e foram frequentemente acusadas de cometer crimes contra a humanidade.
A intervenção de Putin na Síria foi a pretexto de combater os terroristas que estariam sitiando o país, mas os primeiros ataques foram direcionados justamente a forças opositoras ao regime de al-Asad.
A ofensiva russa protegeu o presidente sírio e seu governo, que se mantém no poder há quase 22 anos. Ataques aéreos russos atingiam com frequência hospitais, escolas e filas de alimentos.
Dvornikov também foi responsável pela campanha russa contra o Estado Islâmico no leste da Síria.
O que pode ocorrer na Ucrânia?
Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, disse que o general “será apenas mais um responsável por crimes e brutalidade contra civis na Ucrânia”, em entrevista à TV americana.
“Os Estados Unidos estão determinados a fazer todo o possível para ajudar o povo ucraniano a resistir a ele e às forças que ele comanda”, disse Sullivan ao “Estado de União” da CNN.
O americano acusou Dvornikov de ter, na Síria, usado civis como alvos e disse que isso poderá se repetir no “teatro da guerra” na Ucrânia.
Os russos afirmaram que vão reforçar a presença de suas tropas na região leste, onde fica o estado separatista do Donbass.g1 > MundoRead More

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *