RÁDIO BPA

TV BPA

É #FAKE que Torre Eiffel foi iluminada de vermelho em homenagem à vitória da esquerda nas eleições da França

É #FAKE que Torre Eiffel foi iluminada de vermelho em homenagem à vitória da esquerda nas eleições da França

 Fotografia que circula nas redes sociais foi tirada em janeiro de 2004. Na época, o monumento recebeu iluminação diferente em comemoração ao Ano Novo Chinês e à visita do então presidente chinês Hu Jintao a Paris. É #FAKE que a Torre Eiffel foi iluminada de vermelha em comemoração à vitória da esquerda nas eleições de 2024
Reprodução
Circula nas redes sociais dezenas de publicações com uma foto da Torre Eiffel, em Paris, iluminada de vermelho supostamente em homenagem à vitória da esquerda nas eleições legislativas na França neste domingo (7). É #FAKE.
selo fake
g1
A fotografia é acompanhada do texto: “Torre Eiffel iluminada de vermelho em homenagem à esquerda francesa. A França literalmente mandou os fascistas de volta pro esgoto hoje. Viva a França”. Outros posts têm a seguinte legenda: “Torre Eiffel iluminada hoje de vermelho após coalizão democrática de esquerda barrar a ultradireita fascista no país. O lema da revolução continua vivo no coração dos franceses”.
A primeira-dama Janja da Silva está entre as pessoas que compartilharam a imagem em suas redes sociais. Até esta quarta-feira (10), a publicação somava mais de 109 mil curtidas no Instagram e mais de 207 mil visualizações no Twitter.
✅Siga o canal “Fato ou Fake” no WhatsApp
Por meio da busca reversa de imagem no Google, o Fato ou Fake descobriu que, na verdade, a imagem foi tirada em 28 de janeiro de 2004 pelo fotógrafo Zedwarf e publicada no Flickr (veja aqui). O monumento histórico estava iluminado de vermelho em razão da comemoração do Ano Novo Chinês e da visita do então presidente chinês Hu Jintao a Paris.
Tradicionalmente, a Torre Eiffel recebe iluminação dourada e o farol acende durante a noite, mas há exceções. O site oficial do monumento lista uma série de fatos históricos que já alteraram a cor das luzes da torre, incluindo o período de 24 a 29 de janeiro de 2004 —ocasião do Ano Novo Chinês.
O Fato ou Fake também procurou nos principais jornais franceses (Le Monde, Le Figaro e Libération) e nas redes oficiais da Torre Eiffel e não encontrou nenhuma foto do monumento com iluminação vermelha, após o anúncio do resultado das eleições deste domingo.
Portanto, a imagem que circula nas redes sociais desde domingo foi retirada de contexto e não tem relação com a vitória da esquerda francesa.
Esta não é a primeira vez que essa fotografia é usada para desinformação. Em 2019, circulava nas redes sociais que a Torre Eiffel foi iluminada de vermelho em homenagem ao presidente Lula (PT). Entretanto, a notícia também era falsa (aqui e aqui)
Procurada, a assessoria de imprensa da primeira-dama não se manifestou até a última atualização da reportagem.
Eleições francesas
Em um resultado surpreendente, a coalizão de esquerda Nova Frente Popular obteve o maior número de assentos na Assembleia Nacional da França nas eleições legislativas. O segundo turno foi realizado neste domingo (7), e teve participação de quase 60% dos eleitores.
Veja como ficaram as três maiores bancadas da nova legislatura:
Nova Frente Popular (esquerda): 182 assentos;
Juntos (coalizão governista, de centro): 168 assentos;
Reunião Nacional (extrema direita): 143 assentos.
Para a extrema direita, apesar do crescimento vertiginoso do número de assentos obtidos pelo Reunião Nacional (RN), de 88 para 143, o resultado foi uma decepção. No primeiro turno, ocorrido há apenas 1 semana, o partido de Marine Le Pen havia saído à frente as demais forças políticas — ele chegou a projetar obter para si a maioria absoluta da Casa.
É #FAKE que a Torre Eiffel foi iluminada de vermelha em homenagem à vitória da esquerda nas eleições legislativas
Reprodução
Fato ou Fake explica:
VEJA outras checagens feitas pela equipe do FATO ou FAKE
Adicione nosso número de WhatsApp +55 (21) 97305-9827 (após adicionar o número, mande uma saudação para ser inscrito)g1 > Mundo Read More  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *