RÁDIO BPA

TV BPA

Vídeo feito por drone mostra o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos

Imagens registradas por um drone mostram o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos na cidade de Bucha, na Ucrânia, onde dezenas de corpos foram encontrados depois que as tropas da Rússia bateram em retirada. As informações são da rede Sky News, segundo a qual a geolocalização mostra que o vídeo foi feito na rua Yablonska, em Bucha, nas proximidades de Kiev.

No vídeo em questão, um ciclista pedala até se aproximar da rua Yablonska, quando desce da bicicleta e faz a curva. Assim que ele vira, é possível ver disparos feitos por um blindado modelo BMD-2, que aparentemente tem na lataria a letra Z, usada na Rússia como um símbolo da guerra. Outro tanque dispara na sequência. As cenas foram publicadas nas redes sociais.

#Ukraine Video Taken From A Drone Shows A#Russian Tank Firing At Civilian In #Bucha #WareCrimes pic.twitter.com/goQSmXLbu8

— javier hernandez (@javierh02532765) April 6, 2022

“O V é muito importante para a identificação de unidades – para outros veículos e do ar -, já que os ucranianos usam a maioria dos mesmos equipamentos que os russos”, afirmou o professor Michael Clarke, ex-diretor-geral do think tank de defesa RUSI.

No último final de semana, imagens divulgadas por agências de notícias mostraram corpos abandonados nas ruas de Bucha três dias após as tropas russas deixarem a cidade. Entre as imagens, uma delas tem justamente um civil morto ao lado de uma bicicleta, no mesmo local em que foi feito o vídeo.

Embora a morte do ciclista tenha aumentado o clamor global por acusações de crimes de guerra contra a Rússia, Clarke alega que a situação não é tão simples. Segundo ele, Moscou poderia alegar que o homem foi morto porque não era possível identificá-lo claramente como civil ou porque aparentava ser uma ameaça terrorista. Seria argumentar até dizer que o tanque atirava em outra direção, e o civil morreu por acidente.

Ciclista caminha antes de ser supostamente morto por um tanque russo (Foto: reprodução de vídeo)

O Massacre de Bucha

Os corpos de dezenas de pessoas foram encontrados nas ruas da cidade ucraniana de Bucha quando as tropas locais reconquistaram a área, três dias após a retirada do exército russo. As imagens dos mortos foram divulgadas pela primeira vez no dia 2 de abril, por agências de notícias, e chocaram o mundo.

As fotos mostram pessoas mortas com as mãos amarradas atrás do corpo, um indício de execução. Outros corpos aparecem parcialmente enterrados, com algumas partes à mostra. Há também muitos corpos em valas comuns. Nenhum dos mortos usava uniforme militar, sugerindo que as vítimas são civis.

“O massacre de Bucha prova que o ódio russo aos ucranianos está além de qualquer coisa que a Europa tenha visto desde a Segunda Guerra Mundial”, disse ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, em sua conta no Twitter.

Após a divulgação das cenas chocantes, o presidente norte-americano Joe Biden pediu mais uma vez que Vladimir Putin seja julgado por crimes de guerra. “Vocês devem lembrar que fui criticado por chamar Putin de criminoso de guerra”, disse o líder norte-americano. “Bem, a verdade é que você viu o que aconteceu em Bucha. Isso garante: ele é um criminoso de guerra. Mas temos que reunir as provas”.

Moscou, por sua vez, nega as acusações. Através do aplicativo russo de mensagens Telegram, o Ministério da Defesa russo disse que, “durante o tempo em que a cidade esteve sob o controle das forças armadas russas, nenhum morador local sofreu qualquer ação violenta”. O texto classifica as denúncias como “outra farsa, uma produção encenada e provocação do regime de Kiev para a mídia ocidental, como foi o caso em Mariupol com a maternidade“.

Entretanto, imagens de satélite da empresa especializada Maxar Technologies derrubam o argumento da Rússia. O jornal The New York Times realizou uma investigação com base nessas imagens e constatou que objetos de tamanho compatível com um corpo humano aparecem na rua Yablonska entre 9 e 11 de março. Eles estão exatamente nas mesmas posições em que foram descobertos os corpos quando da chegada das tropas ucranianas, conforme vídeo feito por um residente da cidade em 1º de abril.

Os mortos de Putin

Desde que assumiu o poder na Rússia, em 1999, o presidente Vladimir Putin esteve envolvido, direta ou indiretamente, ou é forte suspeito de ter relação com inúmeros eventos, que levaram a dezenas de milhares de mortes. A lista de vítimas do líder russo tem soldados, civis, dissidentes e até crianças. E vai aumentar bastante com a guerra que ele provocou na Ucrânia

Na conta dos mortos de Putin entram a guerra devastadora na região do Cáucaso, ações fatais de suas forças especiais que resultaram em baixas civis até dentro do território russo, a queda suspeita de um avião comercial e, em 2022, a invasão à Ucrânia que colocou o mundo em alerta.

A Referência organizou alguns dos principais incidentes associados ao líder russo. Relembre os casos.

O post Vídeo feito por drone mostra o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos apareceu primeiro em A Referência.

Read More

Vídeo feito por drone mostra o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos

Imagens registradas por um drone mostram o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos na cidade de Bucha, na Ucrânia, onde dezenas de corpos foram encontrados depois que as tropas da Rússia bateram em retirada. As informações são da rede Sky News, segundo a qual a geolocalização mostra que o vídeo foi feito na rua Yablonska, em Bucha, nas proximidades de Kiev.

No vídeo em questão, um ciclista pedala até se aproximar da rua Yablonska, quando desce da bicicleta e faz a curva. Assim que ele vira, é possível ver disparos feitos por um blindado modelo BMD-2, que aparentemente tem na lataria a letra Z, usada na Rússia como um símbolo da guerra. Outro tanque dispara na sequência. As cenas foram publicadas nas redes sociais.

#Ukraine Video Taken From A Drone Shows A#Russian Tank Firing At Civilian In #Bucha #WareCrimes pic.twitter.com/goQSmXLbu8

— javier hernandez (@javierh02532765) April 6, 2022

“O V é muito importante para a identificação de unidades – para outros veículos e do ar -, já que os ucranianos usam a maioria dos mesmos equipamentos que os russos”, afirmou o professor Michael Clarke, ex-diretor-geral do think tank de defesa RUSI.

No último final de semana, imagens divulgadas por agências de notícias mostraram corpos abandonados nas ruas de Bucha três dias após as tropas russas deixarem a cidade. Entre as imagens, uma delas tem justamente um civil morto ao lado de uma bicicleta, no mesmo local em que foi feito o vídeo.

Embora a morte do ciclista tenha aumentado o clamor global por acusações de crimes de guerra contra a Rússia, Clarke alega que a situação não é tão simples. Segundo ele, Moscou poderia alegar que o homem foi morto porque não era possível identificá-lo claramente como civil ou porque aparentava ser uma ameaça terrorista. Seria argumentar até dizer que o tanque atirava em outra direção, e o civil morreu por acidente.

Ciclista caminha antes de ser supostamente morto por um tanque russo (Foto: reprodução de vídeo)

O Massacre de Bucha

Os corpos de dezenas de pessoas foram encontrados nas ruas da cidade ucraniana de Bucha quando as tropas locais reconquistaram a área, três dias após a retirada do exército russo. As imagens dos mortos foram divulgadas pela primeira vez no dia 2 de abril, por agências de notícias, e chocaram o mundo.

As fotos mostram pessoas mortas com as mãos amarradas atrás do corpo, um indício de execução. Outros corpos aparecem parcialmente enterrados, com algumas partes à mostra. Há também muitos corpos em valas comuns. Nenhum dos mortos usava uniforme militar, sugerindo que as vítimas são civis.

“O massacre de Bucha prova que o ódio russo aos ucranianos está além de qualquer coisa que a Europa tenha visto desde a Segunda Guerra Mundial”, disse ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, em sua conta no Twitter.

Após a divulgação das cenas chocantes, o presidente norte-americano Joe Biden pediu mais uma vez que Vladimir Putin seja julgado por crimes de guerra. “Vocês devem lembrar que fui criticado por chamar Putin de criminoso de guerra”, disse o líder norte-americano. “Bem, a verdade é que você viu o que aconteceu em Bucha. Isso garante: ele é um criminoso de guerra. Mas temos que reunir as provas”.

Moscou, por sua vez, nega as acusações. Através do aplicativo russo de mensagens Telegram, o Ministério da Defesa russo disse que, “durante o tempo em que a cidade esteve sob o controle das forças armadas russas, nenhum morador local sofreu qualquer ação violenta”. O texto classifica as denúncias como “outra farsa, uma produção encenada e provocação do regime de Kiev para a mídia ocidental, como foi o caso em Mariupol com a maternidade“.

Entretanto, imagens de satélite da empresa especializada Maxar Technologies derrubam o argumento da Rússia. O jornal The New York Times realizou uma investigação com base nessas imagens e constatou que objetos de tamanho compatível com um corpo humano aparecem na rua Yablonska entre 9 e 11 de março. Eles estão exatamente nas mesmas posições em que foram descobertos os corpos quando da chegada das tropas ucranianas, conforme vídeo feito por um residente da cidade em 1º de abril.

Os mortos de Putin

Desde que assumiu o poder na Rússia, em 1999, o presidente Vladimir Putin esteve envolvido, direta ou indiretamente, ou é forte suspeito de ter relação com inúmeros eventos, que levaram a dezenas de milhares de mortes. A lista de vítimas do líder russo tem soldados, civis, dissidentes e até crianças. E vai aumentar bastante com a guerra que ele provocou na Ucrânia

Na conta dos mortos de Putin entram a guerra devastadora na região do Cáucaso, ações fatais de suas forças especiais que resultaram em baixas civis até dentro do território russo, a queda suspeita de um avião comercial e, em 2022, a invasão à Ucrânia que colocou o mundo em alerta.

A Referência organizou alguns dos principais incidentes associados ao líder russo. Relembre os casos.

O post Vídeo feito por drone mostra o que seria um ciclista sendo morto por tanques russos apareceu primeiro em A Referência.

Read More

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *